segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Regrinhas nas corridas (ou a falta delas)



O assunto é por demais batido em blogs e revistas de corrida, mas mesmo assim, sempre que vejo nas provas algumas atitudes que considero “deselegantes” por parte de alguns corredores, penso em um dia listá-las. Pois vamos lá:

1-   Largada de prova. Por que cargas d’água aquelas pessoas que vão participar da caminhada (!) ou que sabem com toda certeza que no primeiro km já estarão andando, ficam se espremendo na frente da largada, disputando espaço com quem tem chance de pódio???? Não consigo entender. 
 Vai correr devagar, vai caminhar, vai somente se divertir? Larga lá atrás!  Na boa.



Nessa hora TODO MUNDO corre a 4 min/km



Espreme, espreme, espreme....


2-   Começou a prova. Aí saem aqueles desesperados, ultrapassando tudo e todos como carros de fórmula 1 em videogame. Tiram “fino” da gente. Só faltam causar um acidente. Pra que mesmo, hein?







3-   Primeiro posto de água. TODO MUNDO se aglomera na primeira mesa de distribuição, causando aquele tumulto, aquele monte de gente. Quem está atrás tem até dificuldade de passar para continuar correndo ou mesmo pegar a água nas mesas que se seguem. Mais vazias, claro.

4-   Aí a pessoa pega a água. Aliás, pega duas: uma pra beber, outra pra jogar na cabeça. Beleza. Mas já pensou que a pessoa que está logo atrás de você pode não gostar de tomar banho durante a prova? Não né? Joga a água na própria cabeça, com direito a banho compartilhado....  



5-   Mais um pouquinho de corrida e você logo chega naquele  grupinho que estava se acotovelando na largada disputando espaço com os quenianos. TODOS conversando entre si, na maior calma, como se estivessem caminhando na Beira Mar, fazendo uma barreira humana, enquanto o restante da humanidade tenta desesperadamente passar. Ow! Acorda. Tem gente correndo aqui!


 
6-    E o tênis desamarra, dá aquela “dor de viado”, bate o cansaço. Stop!!  Assim mesmo. Sem mais nem menos. De uma hora pra outra o cidadão para. Quem estiver atrás que tenha reflexos suficientes pra pular de lado e escapar do acidente.

7-   Mais um posto de água.  De novo a confusão. De novo o banho. Jogar o copinho fora. Dá pra olhar se vem alguém atrás? Dá pra olhar se tem alguém ao lado? Não né. Joga de qualquer maneira mesmo. Você está cansado.... Sem problema se “tacar” em outro corredor. Quem tá na chuva é pra se molhar.




8-   E estamos quase chegando... Boca seca. Em muitos corredores dá aquela cuspideira! Tudo bem, é normal. Anormal é não olhar se vai cuspir nas pernas de alguém.

9-   E chegamos. Passamos pelo pórtico, desligamos o cronômetro (toda foto de corredor chegando é parando o cronômetro) e paramos. Afinal, a corrida não acabou? É mesmo. Hora da foto de chegada. Mas, DE NOVO (!) tem gente atrás de você ainda correndo!!!


Stoooop!

Claro que é tudo brincadeira, mas tudo verdade também. 

Certeza que muitos já passaram por situações como essas. Eu já.

8 comentários:

Anônimo disse...

Eu ri do todo mundo 4km/min.....rsrsrss
Uma vez, sai lá na frente p/ nunca mais.
Eu corria mais para não ser atropelada pela "boiada" que vinha atrás(desculpe o termo, mas bem que parecia isso).
Sei que meu primeiro km ficou por volta dos 4min. Lógico que não aguentei o ritmo - era uma prova de 10km - e aos poucos fui jogando para a direita até retomar meu ritmo.
Cátia

Anônimo disse...

E quando vc está correndo e ultrapassa um homem? Eles não se conformam e começam a correr mais rápido para te ultrapassar
Alécia

Anônimo disse...

Hoje na OAB um cidadão à minha frente, acreditava que era o último e cuspiu umas duas vezes e antes que me acertasse na 3a, ultrapassei voando, com todo gás. Affff...
Ana Lúcia

Anônimo disse...

Show!!!!
Rosa Cecília

Ananias Ribeiro disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk...já passei por várias como essa, quem já tem o costume de correr em grupos já se polícia em relação a isso, mas tem cada figura mesmo .

Anônimo disse...

Adorei e é bem assim mesmo...rsrsrsrs
Sandra

Anônimo disse...

Ótimo texto, Lia. Vou me policiar para não cometer nenhuma gafe nas próximas corridas. Uma que eu já aprontei foi chegar um pouco antes da largada e, para largar na frente, pular a grade e ir se espremendo (pedindo licença, claro) até mais a frente. Pronto, fiz minha confissão.
Parabéns pelos textos!
Rodrigo

JOSÉ AMÂNCIO NETO - CORREDOR DA 3ª IDADE disse...

É bem assim mesmo! você relatou muito bem minha amiga Lia. Abr