domingo, 30 de novembro de 2014

Teresina-PI – 5ª. Meia Maratona do Sertão (23/11/2014)




A etapa do meu “Projeto Conhecendo Correndo as Capitais do Brasil” em Teresina estava marcada para ocorrer somente em 2015 com a prova “GP Teresina”.

Embora eu já tivesse lido a respeito da Meia Maratona do Sertão, achei que correr 21 km no Piauí, com largada às 7h da manhã seria por demais desgastante e decidi esperar mesmo pelos 10 km do GP no próximo ano.

Porém os planos mudaram de rota quando minha amiga Sônia, que mora em Fortaleza mas é teresinense chamou-me para ir correr com ela a desafiante 5ª. Meia Maratona do Sertão.
Passagem comprada, inscrição feita, mas,  depois do meu sofrimento com o sol na meia maratona em Maceió, confesso que quis amarelar e, diante do “terrorismo” de alguns amigos e, principalmente da minha mãe, que após as duas mortes na corrida em Campo Grande, antevendo o famoso calor piauiense provavelmente achou que eu poderia não escapar viva, cogitei a possibilidade de correr os 10km da prova.
Se era pra ser pior do que Maceió, mais quente, percurso cheio de ladeiras, melhor sofrer pouco mesmo....

Não sei se tive sorte, mas a verdade é que nos dias em que permaneci em Teresina, a temperatura estava quente sim, mas nem de longe chegou perto ao que passei em Campo Grande. Aliás, até o calor em Goiânia ganhou.
Bom pra mim que, nesse caso, resolvi fazer os 21 mesmo e encarar minha 31ª. meia maratona e 17ª. capital.


Teresina entre os rios Parnaíba e Poty
 

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Maceió-AL - VI Meia Maratona Caixa da República (15/11/2014)

Em 2007, a famosa maratona de Chicago foi suspensa com pouco mais de 3 horas de duração em razão do forte calor: os termômetros atingiram 31oC e um corredor morreu, enquanto 350 foram hospitalizados.

Se os organizadores da Meia Maratona Caixa da República, em Maceió, fossem os mesmos de Chicago, com certeza a prova alagoana, com os 32oC que vi registrados em um termômetro, não teria acontecido.

Mas como o nordestino é antes de tudo um forte, a corrida, em comemoração à nossa Proclamação da República, justamente na terra de quem a proclamou, Marechal Deodoro da Fonseca, e, ainda por cima, terra do Marechal de Ferro, Floriano Peixoto, aconteceu sim e todos sobreviveram.

Todos, inclusive eu, que, dentre todas as provas difíceis que fiz, acho que nunca sofri tanto com o sol como nessa.

Ah, tá.... Sou de Fortaleza, acostumada com o sol...
Mas não treino 21km começando quase às 7 horas da manhã!
Ah, tá... Já fiz meias no sol de Fortaleza e meias quentes como a de Campo Grande, São Luís...
Diferente.
Tanto em Fortaleza como em Campo Grande e São Luís, em um ou outro momento existem sombras, o que ameniza bastante.
Em Maceió não.



sábado, 8 de novembro de 2014

Bonito e o Pantanal - MS (outubro 2014)



Quando eu disse que iria correr em Campo Grande e de lá passaria uns dias em Bonito, a reação era a mesma : “Ai, morro de vontade de conhecer Bonito!” 

E na minha volta a pergunta foi a mesma, então: é sim, é sim, é sim. Bonito é bonito mesmo.

A cidade fica a 270 km de Campo Grande. É pequena, povo simpático e educado, muitas lojinhas e turistas de “ruma”.


Pracinha principal da cidade e o famoso Piraputanga