terça-feira, 17 de maio de 2016

Meia Maratona Beach Park - Fortaleza/Aquiraz - 15/5/2016

Em 2010 eu participei da I Corrida Beach Park com filhos, irmã, sobrinhas e amigos.
Com percursos de 4 e 8km, o meu escolhido foi o de 4, afinal de contas  a ideia era me divertir com eles todos, que não tinham o hábito de correr, e a prova realmente foi uma farra do começo ao fim.
Desde então não voltei a participar das corridas do Beach Park até esse 15 de maio, quando a organização resolveu mudar os percursos, ficando o menor (de 6km) e incluir os 21.
Meia Maratonista como sou, não poderia deixar de conferir e, como em 2010, a corrida foi uma brincadeira de criança como as do famoso parque aquático, certo?
Só que não!
Como um dos seus tobogãs mais famosos, a prova foi insana!



terça-feira, 10 de maio de 2016

Sevilha com Córdoba no caminho (abril 2016)


A viagem para Sevilha, na verdade começa por Córdoba.
Não necessariamente, claro, mas é uma boa pedida para quem parte de Madri, desmembrar a passagem de trem em duas, com uma parada pra conhecer Córdoba. Se essa for a opção escolhida, um guarda volumes em frente à estação serve para deixarmos as malas e ficar sem preocupação durante a visita à cidade.

Conquistada pelos romanos antes de Cristo, invadida pelos bárbaros, dominada pelos muçulmanos (quando foram construídos vários palácios e mesquitas,  tornando-a uma das cidade mais populosas do mundo), em 1236 Córdoba foi conquistada pelos cristãos.



sábado, 7 de maio de 2016

Madri e um bate/volta a Toledo (abril/2016)



Madri é  grande. Capital agitada, com mais de 6 milhões de habitantes na sua área metropolitana.
Apesar disso, nas minhas pesquisas prévias, as recomendações encontradas de tempo para passar na cidade eram de 2, no máximo 3 dias.
Bem, se for pra fazer o esquema “pontos turísticos”, acho que é por aí mesmo. Mas se quiser curtir mais a cidade, pode arranjar tempo.
Como o nosso era curto, optamos pelo esquema mais turístico, apesar dos famosos museus terem ficado de fora. Ainda devido ao pouco tempo, ninguém do grupo se interessou por nenhuma atração “fechada”, preferindo os lugares abertos. As ruas e praças de Madri. Caminhar e caminhar. Observar. Meu turismo preferido!

Puerta Del Sol e o Urso, símbolo de Madri

quarta-feira, 4 de maio de 2016

EDP ROCK 'N' ROLL MADRID MARATÓN - 24/4/2016

Minha primeira meia maratona da série Rock and Roll foi em Lisboa, em 2013 (ver aqui) e a segunda foi em solo espanhol, mais precisamente madrilenho, no dia 24 de abril.
Não sou nenhuma roqueira e, pra falar a verdade, teria preferido palcos com fados na primeira e tablados com dançarinas de flamenco na segunda ( :) :) ) mas, gostos musicais à parte, a edição de Madri  foi, em termos de organização o mesmo que sua vizinha ibérica: show!

Com percursos de 10, 21 e 42km, foi minha prova recordista em número de corredores: 33 mil!
Muito né?
Mas, se fosse levado em conta somente o tamanho das filas diante dos guichês de recebimento do número de peito/chip, camiseta e bolsa da prova na entrega dos kits, parecia mesmo um evento feito para 500 atletas, Fila ZERO!
Tá certo que cheguei (direto do aeroporto) no horário do almoço, mas, enquanto a entrega dos kits ocorria na maior tranquilidade e organização, a feira do evento estava lotaaada. Muitas tendas de tudo quanto é coisa e apetrecho que corredor adoooora ficar olhando e comparando.
Depois de olhar um pouco as coisas e desistir por me sentir um pouco sufocada com aquele movimento, fiquei esperando meus companheiros de corrida que já haviam chegado à cidade no dia anterior: Cris, Davi e Benésio.


Com Cris e Benésio

Quando finalmente eles chegaram, fomos os últimos a entrar no local destinado ao almoço de massas (totalmente gratuito para todos os corredores), que àquela hora já estava praticamente vazio, mas com macarrão à bolonhesa e cerveja à vontade pra nós 4!
É,  cervejaaaaa! E sem patrulhamento (hehehehe).