segunda-feira, 18 de abril de 2016

14a. Meia Maratona de Fortaleza - 17/4/2016

Comemorando o aniversário de Fortaleza e pertinho do meu próprio aniversário, foi na Meia Maratona de Fortaleza onde fiz minha estreia nos 21km, em 2008.

Prova costumeiramente quente e por isso mesmo muito difícil, naquele ano minha única preocupação era finalizá-la e a emoção e a alegria com essa minha conquista apagaram da memória qualquer erro da organização.

Em 2010 voltei a corrê-la e aí sim, consegui enxergar e memorizar, além do calor, o horário tarde da largada, a falta de água, o balizamento falho e ainda por cima, depois de enfrentar todas essas dificuldades, chegar ao final e não ter a minha medalha me esperando. Isso, em 2010 as medalhas acabaram e muitos ficaram sem.
Desde então, não somente eu, mas vários corredores vinham evitando aquela que deveria ser a nossa principal corrida de rua e os erros continuaram se repetindo.

Em 2016 a organização da 14ª.MMF apareceu com uma grande novidade para os 21km: largada separada das provas de 5 e 10km e percurso inteiramente diferenciado.
Não resisti e, apesar de toda a descrença, resolvi literalmente pagar para ver.
Valeu?
Valeu sim! Valeu muito!




domingo, 3 de abril de 2016

Expedição Cariri (Crato/Juazeiro/Santana do Cariri e Nova Olinda) - Batizado da Bianca no Cratim de Açúcar

A região do Cariri, no sul do Estado do Ceará, fronteira com Pernambuco, é formada por 7 municípios, dentre eles a maior cidade do Estado, Juazeiro do Norte, terra do mítico, controverso, amado e venerado Padre Cícero.




Rodeada pela Chapada do Araripe, reserva ecológica que abriga dentre outros atrativos naturais, diversos sítios arqueológicos, é lá que encontramos o primeiro GeoPark das Américas (local com patrimônio biológico, geológico e paleontológico).
Há mais de 100 milhões de anos (!) esse território que engloba Crato, Juazeiro do Norte, Santana do Cariri, Nova Olinda, Barbalha e Missão Velha, era um enorme lago salgado, habitado por imensos répteis voadores, os Pterossauros.

Foi pra essa terra dos pterossauros e do Padre Cícero, a terra dos romeiros, a terra da religiosidade, de tradições populares e muitas tradições culturais que partimos em família, no feriado da Semana Santa, para participar do batizado da Bianca, o mais novo membro da família.
Por que o Cariri?
Porque lá é onde fica o Crato que também é a terra de seu pai e avós e também porque acabou tendo uma corrida no caminho. Não minha. Mas do Duda, não por acaso o pai da Bianca que, além de ser anfitrião no batizado, “aproveitou” pra estrear nas ultramaratonas, participando do II Desafio Chapada do Araripe, de 50km.
Eu fiquei de fora dessa e encarei somente os passeios, que foram muitos.