quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Pantanal e Nobres - MT - janeiro de 2015

E, estando no Mato Grosso, a ordem era explorar um pouco alguns de seus principais destinos turísticos, como o Pantanal, Nobres e a Chapada dos Guimarães.

Começamos pelo Pantanal.

Existem diversas pousadas para quem quiser pernoitar, aproveitar e fazer a focagem noturna dos jacarés ou ver o alvorecer, mas devido ao tempo, o que fizemos foi alugar um carro e partir para um dia só, pela Transpantaneira.

Eu tinha ouvido dizer que para ver os bichos (nosso objetivo), bastava  transitar por essa estrada, que liga as cidades de Poconé (100km de Cuiabá) a Porto Jofre, e tem 150km de extensão, sempre em areia.






Mas infelizmente fomos na época errada para quem procura pelos jacarés e tuiuiús. Quem vai ao pantanal para ver os bichos, com certeza deve evitar a época de chuvas, entre outubro e abril.

Dirigimos por uns 50km pela Transpantaneira, com suas inúmeras pontes de madeira, pelas quais muitas vezes dá um certo medo de atravessar e o que vimos foram algumas aves, poucas capivaras, um tuiuiú, um jaboti e um tatu.



Uma pressa grande em atravessar a transpantaneira....

Paramos na hora do almoço no Hotel Pantanal Mato Grosso, fechado na época de recesso do final do ano, mas aberto para day use, que incluía almoço e um passeio de lancha pelo rio.

Mais uma frustraçãozinha: nenhum jacaré durante o passeio para animar os meninos que tiveram que se contentar com os gaviões e seus voos rasantes para pegar as piranhas jogadas na água.





Felizmente, na beira do rio, no próprio hotel, havia dois jacaré como que dizendo que pantanal sem jacaré não é pantanal e para que não saíssemos dali sem vê-los.

Mas, mesmo assim, foi interessante conhecer a Transpantaneira, principalmente quando uma grande boiada atravessou nosso caminho e nos fez aguardar dentro dos carros por uns bons minutos enquanto passava, com aqueles peões de boiadeiro tangendo os bois, tal e qual vemos na televisão.


Já a cidade de Nobres é conhecida por ter atrações parecidas com as de sua "prima rica", Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Mais uma vez, saímos de Cuiabá em direção não a Nobres, mas à cidade de Bom Jardim (explico esse trajeto na "dicas para quem vai”, no final do post).

Dentre as muitas atrações, escolhemos a visitação do Recanto Ecológico Lagoa Azul (Aquário Encantado e flutuação no rio Salobra).





O Recanto Ecológico Lagoa Azul é uma propriedade particular que oferece duas opções de lazer: o aquário encantado e a flutuação pelo rio Salobra. Fizemos ambas as opções, incluindo o almoço.

Apesar de Bonito também ter um aquário natural, como eu não fui a ele na minha estadia em MS, achei o melhor desse passeio.
Água cristalina, muitos peixes (piraputangas) que ficavam nadando ao nosso redor, encantando a todos.





Ao jogarmos a ração levada pelo guia era uma festa!





Incrível ver os peixes comendo a ração diretamente da mão do guia!




Depois do aquário, passamos à flutuação, tal e qual a que eu tinha feito em Bonito, com a diferença de que não precisamos vestir roupa de neoprene (pelo fato da água ser um pouco menos fria).
A experiência para mim não foi novidade, porém todos amaram flutuar pelos 800m do rio, levados pela correnteza, observando os peixes.





Mais uma vez, devido o pouco tempo, só permanecemos o dia em Nobres, mas quem tiver tempo, com certeza existem atrações suficientes para 2/3 dias.
E vale muito a pena!



Dicas para quem vai:

Aluguel de carro - conforme muitas indicações em blogs, alugamos pela Thrifty e pegamos os carros no aeroporto. Recomendo.

Pantanal (100km de Cuiabá) - é como falam: quem quer ver os bichos, evite a época de chuva. É interessante percorrer a Transpantaneira, e, dizem, quanto mais você adentra em direção a Porto Jofre, mais bichos você verá, incluindo a tão famosa onça pintada.
Mas se quiser ficar somente pelos hotéis, com pernoite ou "day use" (que inclui o uso da área de lazer do hotel (como piscina) e almoço (e por vezes o passeio de barco), são muitas as opções e pode escolher logo um dos primeiros no começo da estrada.

Nobres (150 km de Cuiabá) - quem sair de Cuiabá para ver as atrações de Nobres, na verdade tem que pegar a estrada em direção a Bom Jardim, que é a mesma estrada que vai para o Lago Manso.
Explico: as atrações, como Reino Encantado ou o Recanto Ecológico Lagoa Azul, Balneário Estivado e a Lagoa das Araras, entre outros,  ficam pertinho de Bom Jardim (uns 5km), enquanto que a distância dessas atrações para Nobres é bem maior (60km).
Apesar da cidade de Bom Jardim ser bastante pequena, praticamente umas casinhas ao redor da estrada, possui algumas pousadas, onde ficam as pessoas que decidem pernoitar e ficar mais de um dia aproveitando os passeios.
Então, não tem erro, pegue a estrada com as indicações da Chapada dos Guimarães. Quando chegar à Rodovia MT251, sentido chapada, segue em frente até a Polícia Rodoviária, onde deve virar à esquerda, no sentido Lago Manso. Aí é só seguir sempre em frente por aproximadamente 110km e você chega ao final dessa estrada com duas opções: à direita para Bom Jardim e à esquerda para Nobres.
Quem vai direto para o Reino Encantado ou o Recanto Ecológico Lagoa Azul (Aquário Encantado e flutuação no rio Salobra), vira à esquerda, em direção a Nobres e logo chegará a essas duas atrações.


Transpantaneira


A passagem da boiada fez sucesso





Teve que se contentar com um de mentirinha...


Ponte quebrada. Para todo mundo


Deu certo. Passa todo mundo devagar


Banho nas águas da Transpantaneira no domingão


Capivara


Estrada para Bom Jardim


Bom Jardim. É isso aí mesmo




Recanto Ecológico


João de Barro


Todos prontos para o Aquário Encantado


Pequena trilha


Brincando de Tarzan

Meus 3 mosqueteiros mergulhadores


Aquário Encantado







Começando a flutuação no rio Salobra

2 comentários:

Cris Fontenele disse...

Maravilha Lia ! Está no meu calendário !! show

Leila disse...

Muito lindo!!! Pena que fui tão perto e não aproveitei Nobres. Vai ficar para a próxima!!!!!