segunda-feira, 28 de agosto de 2017

1a Meia Maratona de Santa Quitéria-CE, com pódio e tudo! (27/8/2018)



Viajar, correr, conhecer pessoas, aprender e, acima de tudo, se divertir.
Se esse é meu objetivo ao sair pelo mundo, com certeza ele foi plenamente alcançado em Santa Quitéria!


Foram menos de 24 horas na cidade no norte do Ceará mas 24 horas intensas com pausa somente para dormir porque enfim no domingo teria que participar da 1ª Meia Maratona de Santa Quitéria.
Em comemoração aos 161 anos da cidade a prova homenageava o quiteriense Cícero Damasceno, ultramaratonista que no dia 1º de maio deste ano saiu do Rio de Janeiro, onde reside, até sua cidade natal. Correndo, claro! Quando finalmente chegou em Santa Quitéria, no dia 24 de junho, depois de percorrer 2776km, Cícero havia deixado pelo caminho, além da sola de cinco pares de tênis, mudas de ipê a cada 50km do percurso.
Diferente da de Cícero, minha jornada foi breve. Começou no sábado depois do almoço, pela rodoviária de Fortaleza com o amigo Sidney.
Chegando em Santa Quitéria, Lopes e Lídia já nos aguardavam e, para honrar o CQB (Corredores que Bebem), fomos do hotel direto para o Bar do Bila, onde logo depois chegaram mais amigos corredores de Fortaleza, Fernando e Indira e nosso anfitrião, cidadão quiteriense e grande corredor, Jânio Emanuel.

Amigos da corrida

No domingo, o local de largada estava animado. Alguns corredores de Sobral, Quixadá, outras cidades do Ceará e de Fortaleza, além de estrangeiros que ali residem e que aproveitaram para participar do evento, como o médico cubano com o qual conversei.
Depois da apresentação do Cícero, da fala do Prefeito e da bênção do padre, às 7 horas da manhã (atraso de meia hora), foi dada a largada.
Largar para uma meia maratona com o solzão de 7 horas da manhã do sertão do Ceará é por si só desanimador para qualquer corredor. Mas eu já estava prevendo esse atraso, portanto com mente e espírito já resignados.

Rodar 21km numa cidade pequena, tem que ir pra estrada. E foi pra lá que nós fomos.
Enquanto a turma que correu 5 e 10km (a grande maioria) ia fazendo seus retornos, nós os raros meios maratonistas, íamos continuando nossa saga com o sol quente na cabeça e um percurso difícil com várias subidas.
Felizmente, mas felizmente MESMO, não faltou água, meu maior medo e algo tão comum de acontecer em provas pelo nosso quente Ceará. Além disso, apesar de estarmos correndo em estrada, consequentemente sem balizamento, ficamos todo o tempo muito bem protegidos por carros e motos de policiais sempre presentes, avisando os carros que passavam para diminuírem a velocidade. Quero ressaltar também a simpatia dos staffs, sempre muito solícitos e simpáticos.

Meu objetivo era somente completar minha 56ª meia maratona e participar da festa. Parei pra tirar fotos, conversei com o Fernando e, já na segunda metade, com o Cícero, que me contou um pouco da sua saga do Rio para Santa Quitéria.

Passando pelo Cícero
Percebi que só havia quatro mulheres participando da meia. Eu era a quarta! 😃😃😃 Mas....... Como o jogo só acaba com o apito do juiz, lá pelo 15km a menina que estava na terceira colocação parou. Pane total. Machucada no joelho, sem condições de continuar, me desejou boa sorte e lá vou eu toda contente pegar meu pódio. Como não tinha mais ninguém atrás de mim, nem por isso me apressei. Pra que essa pressa? Hahahaha
Fui conversando com o policial de moto que foi me acompanhando pelos últimos metros até o final, privilégio dos primeiros colocados. Me achando! 😂😂 Só faltou mesmo a faixa pra eu rasgar! Mas a recepção pelos amigos foi ainda melhor que a faixa! Valeu pessoal!

Chegada animada
E depois foi só festa! Fazia tempo que eu não subia num pódio de categoria e ainda mais num pódio de colocação geral! Tinha até prêmio em dinheiro, algo que só peguei uma vez na vida na longínqua Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em uma inesquecível meia maratona.

Agora, Santa Quitéria entrou para o rol das minhas meias maratonas inesquecíveis, tanto pelo pódio como pelo acolhimento das pessoas. Todos muito simpáticos, curiosos em saber de onde vínhamos, impressionados em saber que tínhamos corrido os 21km, perguntando sobre o CQB (Corredores que Bebem),  malucos que correram a meia maratona e comemoravam bebendo cerveja.
A festa final foi com muita brincadeira e cerveja gelada dos dois bares que havia no local da chegada e lá vou eu correndo mais uma vez pra pegar o ônibus de volta pra Fortaleza.
Parabéns Santa Quitéria! Valeu demais!




Dica para quem vai: 

Hotel: Aprigio's. Simples mas atendeu anecessidade de uma noite e o proprietário foi super atencioso com os corredores hospedados, inclusive antecipando o hora´rio do café da manhã do domingo. 



Mais fotos:

Com Sidney na rodoviária de Fortaleza


Rapadura no Ceará é assim! 😂😂

Com o Lopes, na rodoviária de Santa Quitéria

Recepção no hotel. Turma completa

E recepção no Bar do Bila....


Largada no domingo


Cícero Damasceno com o padre e o prefeito

Na estrada


Parada pra foto com o médico cubano


Daniel Carneiro passando por mim já de volta
Com o Fernando


Nessa hora, eu e Fernando éramos os últimos e sempre acompanhados pelo policial. Foto pro registro

Alcançando Cícero

Depois de uma breve conversa, passando por ele

Chegando e a moto me acompanhando à esquerda. Registro do Sidney ficou de prova.

Chegada de Cícero Damasceno
CQBs no pódio com o Prefeito
Foto com o homenageado

Socorrinha, campeã dos 21km


Daniel Carneiro, campeão dos 21km

Lopes pegou premiação na categoria - 1o lugar
Os staffs com os CQBs
Feliz!




12 comentários:

Márcio disse...

Muito legal Lia! Queria ter ido, foi aqui pertinho de Sobral, mas com bebê recém-nascido, não foi possível :D. Seu relato só me deixou com mais vontade de participar. Espero que ano que vem tenha uma nova edição. Abraço!

Anônimo disse...

Showzaço, e com esse cheque, melhor ainda
Régis

Correndo o Mundo - Lia Campos disse...

Senti mesmo sua falta, Márcio. Tão pertinho....
Mas na próxima você vai!
Lia

Luan Adrião disse...

Vocês estão de parabéns pelo carisma. Se Deus quiser teremos no próximo ano a II meia maratona e contamos com a presença de vocês.

Anônimo disse...

guerreira, independente da quantidade de inscritas, você merece..
Mais uma meia pra sua conta.

Mariano

Anônimo disse...

Lia ,não tem quem lhe segure!!!
Parabéns.
Norma

Anônimo disse...

Vc é uma guerreira! Merece vários trofeus?!!!
Ricardo

Anônimo disse...

Parabéns Liazinha!!!!! Uhuuuuu👏👏👏👏👏👏👏👏
Sara

Anônimo disse...

21 são 21 minha cara. Vc sabe que não é mole.
Ricardo

Anônimo disse...

a quantidade de corredoras nao importa, o importante vc esteve la e fez a sua parte e correu 21km. Parabens !
Edivaldo

Anônimo disse...

A Lia é top ultra mega power dicumforça mesmo demais
Jânio

Anônimo disse...

Se tivesse tomado mais uma cerveja tinha ficado em segundo.
Pra cima CQB !!!!!
Sidney