quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Quem disse que existe idade pra correr?

Foram muitas as notícias sobre o feito do indiano Fauja Singh, que nesse final de semana, em Toronto, no Canadá, completou a maratona em 8h25min. Tempo que foi muito além do estipulado pela prova como limite máximo para término, mas que o fez entrar para o livro dos recordes por um fato singular: Fauja tem 100 anos de idade.


                       Fauja na maratona de Toronto



Na mesma maratona, um outro senhor, esse uma "criança" na frente do indiano, pois “só” tem 80 anos, também entrou para o livro dos recordes, mas com um tempo invejável e dificilmente atingível pela imensa maioria que corre os 42km: 3:15:50.
Isso mesmo! 3:15:50.
Ed Withlock é britânico e foi um excelente corredor na sua época de escola, mas uma lesão em seu tendão de Aquiles o afastou das pistas. Logo depois, na época de universitário, ele mudou-se para o Canadá e a falta de boas corridas na região em que morava, o desmotivou a voltar a competir e ele só retornou aos treinos e às competições aos 41 anos, quando passou a quebrar recordes.
Atualmente ele mora perto de Toronto, no Canadá, e treina em um lugar no mínimo sinistro: dentro de um cemitério. Segundo ele, corre no cemitério por comodidade, por ser perto de sua casa e ter percurso plano. Seu treino não tem subidas, nem tiros de velocidade. É um treino constante, geralmente por um período de 3 horas, dando voltas e voltas entre as tumbas, muitas vezes sem parar nem mesmo para beber água.
Em 2003 ele tornou-se o primeiro homem acima de 70 anos a completar a maratona em 2:59:10, assim como, nessa mesma faixa etária, completou os 21km em 1:37 e os 10km  em 37:33.


   Trote no cemitério


Qual seu segredo? Bem, ele diz que simplesmente sai para correr. Não tão forte, mas por muito tempo. Ele não segue planilhas, não usa monitores cardíacos, não faz fisioterapia nem massagens e diz que correr, assim como todo esporte, deve ser uma diversão, um passatempo.


                     Ed Withlock


 São exemplos como esses que nos mostram o quanto a corrida de rua independe de idade e que, seja com 50, 70, 80 ou mesmo 100, podemos continuar praticando-a (com saúde, claro) e quem sabe quebrar recorde como esses dois senhores.
Por isso, vamos treinar que, eu pelo menos, ainda tenho uns bons anos aí pela frente para melhorar minhas marcas.
Como a música do Pato Fu " Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei, pra você correr macio... ".

Seguem algumas marcas do super corredor octogenário:




Distância
Faixa Etária
Tempo
Milha(1,6k)
3,000m
5,000m
5,000m
10,000m
10,000m
75-79
75-79
70-74
75-79
70-74
75-79
5:41.80
11:10.43
18:33.38
19:07.02
38:04.13
39:25.16




Maratona
Maratona
70-74
75-79
2:54:48
3:04:54








2 comentários:

JOSÉ AMÂNCIO NETO - CORREDOR DA 3ª IDADE disse...

Muito legal! Vamo q vamos minha amiga Lia Campos que a gente chega lá!!!rs rs rs. Abraços.

Lia Campos disse...

Com certeza, José Amâncio!
Abraço, amigo!
Lia