sábado, 8 de junho de 2013

São Luís, a Ilha do Amor



E São Luís, a cidade dos azulejos, dos casarões, do Bumba Meu Boi, do poeta Ferreira Gullar, do Zeca Baleiro, do guaraná Jesus, a única cidade brasileira fundada pelos franceses e conhecida como Ilha do Amor?

A cidade que eu não conhecia tem duas  opções de hospedagem: ou fica-se na orla ou no centro histórico.
Preferi me concentrar no lado histórico da cidade e fiquei hospedada em  uma pousada muito bem localizada para quem quer ficar nessa região.


O famoso Guaraná Jesus

O centro histórico da cidade, com seus casarões e suas ruas estreitas, é um lugar onde ainda pode-se andar com "relativa" segurança e foi exatamente isso que fiz durante a tarde da sexta-feira e a manhã do sábado: andei bastante, procurando conhecer o Teatro Arthur Azevedo, o Palácio dos Leões (do governo),  a Prefeitura, a catedral, o Reviver, que é um local com bares na calçada e lojas de artesanato entre as vielas históricas.
Infelizmente muita coisa está abandonada e em mau estado, o que é uma pena.


Palácio dos Leões

Reviver

Rua do Giz


Já a orla, por onde passei rapidamente para conhecer, é muito bonita. Segundo o motorista de táxi, São Luís tem 6 km de orla pavimentada, com grandes barracas de praia.


Tarde de treino na orla de São Luís

Por do Sol na Av Litorânea
 
Um dos lugares noturnos mais badalados da cidade é a Lagoa da Jansen, onde se concentram vários barzinhos que ficam lotados à noite.


Lagoa da Jansen

O arroz de cuxá (arroz com ervas e camarões secos) com peixe frito é famoso na cidade e fui prová-lo em um restaurante muito conhecido por lá, a Cabana do Sol, que é simplesmente delicioso! Pratos caros, porém muitíssimo bem servidos.


Restaurante Cabana do Sol




Delicioso Arroz de Cuxá com peixe frito
 
Outro restaurante muito recomendado, esse no centro histórico, é o do SENAC. Local excelente, música ambiente e buffet também muito bom.


SENAC


O tempo foi curto, mas deu para dar uma “geral” na cidade, porém, preciso voltar pois fiquei em débito com os famosos Lençóis Maranhenses, que tive o prazer de apreciar um pouco da janela do avião. Preciso voltar...










http://www.pousadadasaguias-ma.com.br/


4 comentários:

Wilkie Martins disse...

E o reggae maranhense, viu não por lá?
Gilberto Gil disse, certa vez, que São Luis é a Jamaica brasileira...

Lia Campos disse...

Nada de reggae nem bumba-meu-boi.
As noites foram de descanso.
Lia

Fernando disse...

Lia, achei seu blog por acaso procurando onde correr em Fortaleza.
Sou um paulista que vive em Fortaleza a 3 anos e comecei a correr há 2 meses.
Obrigado pelas dicas e incentivos!! Já virei seu fã!!
Parabéns pelo 2o lugar na SuperAR

Lia Campos disse...

Que bom que você gostou do blog , Fernando .
Bom também que iniciou-se nas corridas de rua . Se precisar de incentivo, dicas ou ajuda nessa área , encontrou a pessoa certa. rsr
Abs
Lia