quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

XVII Meia Maratona do Tocantins (02/12/2017)

 


Finalmente consegui encaixar a Meia Maratona do Tocantins no meu “ Projeto Conhecendo Correndo as Capitais do Brasil”!
Palmas foi a 22a capital, a 2a da região norte e minha 61a prova de 21km.

A prova já é tradicional, estando na 17a edição e, para uma cidade que tem apenas 28 anos, pode-se até dizer que é uma prova “antiga”....
Contando com a meia maratona, a corrida de 7km (solo e em revezamento de dupla) e uma prova de 1km para crianças, portadores de necessidades especiais e da APAE, foram quase 1000 participantes. Destes, 300 foram finalistas da meia maratona.
Contrariando todas as previsões que haviam me falado sobre o calor de Palmas, o dia da prova amanheceu com clima ameno (pelo menos pra quem é do Ceará... 😁😀) e nublado, porém, às 18:15h, já correndo no asfalto, o calor se anunciou, dando uma amenizada somente com o por do sol. Amenizada, mas não adeus.... Provavelmente a temperatura tenha ficado por volta dos 29oC. Quente e seco.
Mas isso não tirou o brilho da prova.

Largada
Com largada na Praça dos Girassóis, considerada a 2a maior praça do mundo, local do Palácio Araguaia, sede do governo do Tocantins, a corrida seguiu pela larga avenida Joaquim Teotônio Segurado, considerada a maior avenida em linha reta do Brasil, com 26km de extensão.


No km 3,5, os participantes dos 7km deram a volta, enquanto que nós, dos 21km, seguimos sempre em frente, até também darmos nossa volta na metade do percurso.
Apesar de ter lido algumas críticas dos tocantinenses, eu particularmente achei muito boa a organização.
Balizamento excelente com os retornos contando sempre com a presença de policiais, água a cada 2/3km, percurso praticamente todo plano.
Na chegada, água, frutas e uma medalha que merecia ser melhorzinha.....
.
Realizada pelo Governo do Estado do Tocantins, com inscrição custando R$ 30,00, os primeiros colocados no geral da prova de 21km (Antônio Wilson, com 1h06 e Roselaine Ramos, com 1h19) levaram para casa uma boa premiação. Houve premiação em dinheiro também para primeiros dos 7km,  além dos atletas de Tocantins.

Foi muito bom correr com minhas companheiras de viagem (que decidiram participar no último momento) e maravilhosa a sensação de estar correndo em Palmas, nossa mais nova capital, situada exatamente no coração desse imenso país.

Com Neide e Marília, no momento do retorno dos 7km da Marília
Porém, de tudo naquela noite de sábado, o que mais mexeu comigo sem dúvida nenhuma foi a corrida de 1km paralímpica e com pessoas da APAE.
Emocionante ver o esforço, vibração e alegria daqueles guerreiros da vida completando o 1km e chegando para cruzar o pórtico com um sorrisão no rosto. Nunca esquecerei aquele momento. Eles sim foram os verdadeiros campeões daquele dia.

Verdadeira campeã!
Parabéns a todos!
Valeu Palmas!!!


Veja mais do TocantinsPalmas, a caçula das nossas capitais




Mais fotos:





Arquibancadas na largada/chegada

Local das assessorias de corrida


Crianças na largada da prova de 1km



Largada



Palmas iluminada para o Natal




Nós e Marcão, da assessoria MTC




3 comentários:

Anônimo disse...

Muito boa a reportagem . Parabéns para a Lia, que soube ver a corrida de uma forma diferente!!!! Longe das pessoas reclamando
Alfredo

Anônimo disse...

#Parabéns #Guerreira 🏃❤ espero que volte ano que vem
Paulo

Anônimo disse...

Lia que bom que gostou de nossa Cidade.
Quero correr em Fortaleza em 2018 ou 2019.
Qual corrida você me indica?
Como já te disse tenho Tios e Primos que são daí.
Cezar